Wednesday, June 24, 2015

O QUE SIGNIFICA SER CRISTÃO - XIII

EXERCITANDO O AMOR, A PAZ, A PACIÊNCIA E A BENIGNIDADE! A certa altura o escritor do livro de Provérbios escreve: “Dá pão e água ao teu inimigo, e com isso estarás amontoando brasas sobre a sua cabeça” (Pv 25.21,22). Eu conversava com um jovem pastor de uma igreja recém constituída e ele me dizia sobre as decepções e perseguições que estava sofrendo pelo fato de ter deixado sua antiga denominação e atendendo ao chamado de Deus para sua vida, ter fundado seu próprio ministério, e como alguns irmãos na fé que cooperavam com seus projetos sociais, pressionados pelo presbitério de sua antiga denominação, tinham deixado de cooperar com ele. Pude ver que ele estava realmente abalado com isso, então lhe dei a seguinte sugestão: “Quando alguém faz isso comigo e inventa desculpas para assim proceder eu nada faço, apenas peço aquela pessoa para me deixar fazer uma oração de ações de graças pela vida dela, e nessa oração eu agradeço a Deus por aquela pessoa, peço a Deus que a socorra, proteja, abençoe e recompense pelo tempo em que nos ajudou”. Sabes qual é o efeito disso? Além de envergonhar aquele cristão, você está literalmente colocando um monte de brasas sobre a sua cabeça. O apóstolo Paulo, em Rm 12.17-21, repete ensinamento semelhante, para mostrar que devemos esperar pela justiça de Deus. A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem. (Rm 12.17-21) Eu acredito que quando agimos desta forma, estamos produzindo a justiça de Deus, pois entendemos pelo texto citado, que, ao assim agirmos, Deus estabelece a Sua justiça. Não é necessário partirmos para o revide, nem sequer buscarmos vingança pessoal, pois isso invalidaria o propósito de Deus em nos dar a vitória que ele deseja, mas se deixarmos a critério dele, no tempo certo sua justiça sobrevirá sobre a nossa vida. O Salmo 37 trata somente da justiça de Deus. Todo o cristão deveria ler este Salmo quando está sofrendo injustiça, ou quando deseja que a justiça divina se faça. É impressionante a narrativa profética contida nesse salmo sobre a maneira como Deus vê a prosperidade do ímpio e do homem de maus intentos, o salmo diz: “Mas o Senhor se ri dele, pois vê que vem chegando o seu dia” (v. 13). “Confia no Senhor e faze o bem... Deleita-te no Senhor e ele te concederá... Entrega teu caminho ao Senhor... Descança no Senhor, e espera nele... Deixa a ira... etc” (Sl 37:3-7). Aqui vemos muitas promessas de vitória se confiarmos na justiça de Deus. Às vezes queremos soluções e resultados imediatos, quando os planos de Deus demandam algum tempo para serem completos e perfeitos. Desejar a justiça de Deus inclui esperar com paciência que ele, no tempo próprio, vai executá-la, independentemente do que possamos fazer.

No comments: